KOTA FASHION

Blog

Pantone: a revolução das cores

Com uma linguagem universal e especializada em tabelas de cores para cosméticos, moda e indústria farmacêutica, nasceu uma arrojada companhia de impressão em Nova Jersey. A fim de otimizar a escolha de cores por agências de publicidade e designers, Lawrence Herbert lança, em 1963, o primeiro guia PMS (Pantone Matching System), estabelecendo um sistema de combinações como padrão internacional definitivo.

Aliada ao design gráfico, a Pantone adiciona à sua paleta dezenas de novas cores que atendem a necessidades específicas de seus consumidores. Sendo assim, assume uma parceria estratégica com a Base Design a fim de criarem múltiplas iniciativas publicitárias.
Na virada do século, a marca lança a cor do ano – inspirada nas percepções culturais e ideológicas do momento presente.
Sem se esquecer das emoções humanas, a Pantone cria uma empresa de consultoria que, por meio de relatórios e previsões globais de várias vertentes, ajuda designers e outras marcas a desenvolver o poder das cores. Desse modo, o Instituto da Cor redimensiona drasticamente o seu negócio, explorando estratégias visuais que impulsionam o reconhecimento de grandes empresas.

Ao desenvolver produtos que dialogam com as inovações tecnológicas, a Pantone se abre à venda de uma infinidade de produtos, deixando de lado o que é anacrônico na concepção pós-moderna.

Uma das ofertas mais ambiciosas é o My Pantone App. Criado em 2009, o aplicativo tem como objetivo gerar uma paleta de cores autêntica à medida que fotos são tiradas.
Avançando com o marketing digital, a Pantone estabelece uma forte comunicação com as principais mídias sociais da atualidade: Facebook, Instagram, Pinterest, Twitter e Behance.
Tal perspectiva atrai um público-alvo cada vez mais amplo, conectado com as novidades tecnológicas e com a complexidade da rede. Desse modo, sem abandonar de vez a sua proposta convencional, a Pantone se consolida como referência no mercado, adaptando-se a tendências e a novos produtos.

A cor do ano de 2019 é a Living Coral 16-1546 e promete influenciar a ação criativa de várias indústrias do setor de moda, movelaria e interiores, incluindo o design industrial. A escolha dessa tonalidade se pautou na energia vibrante de um novo ciclo, bem como no processo de constante transformação do mundo atual.

Fontes:
https://followthecolours.com.br/cooltura/uma-breve-historia-de-como-a-pantone-se-tornou-a-linguagem-definitiva-das-cores/
https://www.pantone.com.br/

Foto: Pantone

1 2 3 11